Polo de Fotografia

Um ser pulsante

Posted by polodefotografia em 27/09/2009

400px_CP0511_09_85

A entrevista com Arthur Omar nem precisava de entrevistador, sem querer desmerecer Juan Esteves. Mas o fato é que Omar é uma figura tão interessante e articulada, que fez uma apresentação fantástica de um vídeo dividido em algumas partes com 28 minutos de duração, que termina com o sol escrevendo OMAR.

Aí vão algumas frases para se pensar, ditas por ele:

“a missão da fotografia não é buscar a semelhança, é inventar a diferença”

“eu estou sendo Arthur Omar”

“eu aprendo mais lendo Proust que lendo um livro de fotografia”

“eu não sou visual, eu sou verbal”

“o momento é quando o espaço e tempo estão numa profunda relação orgânica. No instante, o tempo se sobrepõe ao espaço. É a surpresa”

“eu sou uma sucessão de erros”

Enfim, foi definitivamente um encontro com um artista que pulsa.

(Claudia Tavares)

Anúncios

Uma resposta to “Um ser pulsante”

  1. mais uma que ficou marcada:

    “Fotógrafos… esses Vermes Heliotrópicos (…)”. AO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: