Polo de Fotografia

Archive for fevereiro \18\UTC 2009

Paranóia insana

Posted by polodefotografia em 18/02/2009

Tirar fotografia nas ruas de Londres agora pode ser perigoso. Ao contrário do Brasil, em que o risco é ser assaltado, no entanto, por lá o risco é ter sua máquina e demais acesórios (cartões de memória ou filme) apreendidos por policiais locais.
Isso porque por uma nova “brilhante” lei anti terrorismo fotógrafos que estiverem clicando imagens quaisquer no meio da rua podem estar fazendo um “reconhecimento de território”.
O anúncio publicado ao lado pede atenção da população para identificar movimentos estranhos de fotógrafos e denunciar.
No texto sobre a recomendação é lido que “se oficiais suspeitarem que as fotografias estão sendo tiradas como parte de um plano terrorista, uma prisão deve ser considerada. Filmes e cartões de memória podem ser apreendidas como parte da pesquisa, mas funcionários não têm um poder legal para apagar imagens ou destruir filme. Câmeras e outros dispositivos devem ser deixados no estado que foram encontrados e enviados ao pessoal devidamente treinado para a análise forense”.
Êta mundo paranóico…

Anúncios

Posted in NEWS | 2 Comments »

De passagem

Posted by polodefotografia em 17/02/2009

O lugar: uma via de acesso a uma estação de trem em Berlim.
O momento: durante 20 dias, postado com um tripé, apenas clicando…
O resultado: 100 metros de comprimento, por 74 centímetros de altura de fotografias unidas estrategicamente parecendo uma só, com 174 pessoas clicadas…

Esse foi o projeto do fotógrafo alemão Simon Hogsberg para retratar a existência humada. We´re all gonna die é o nome do projeto. E vale uma boa olhada nas expressões… bem como em todo o site do cara. Apenas poucos que passam pela câmera percebem que estão sendo fotografados, absortos que estão em seus próprios pensamentos e divagações. Em sua própria existência, enfim. Cem metros de existência.

Posted in NEWS | 4 Comments »

Bresson ao cubo

Posted by polodefotografia em 16/02/2009

O mestre dos mestres, o olhar do século XX. Henri Cartier-Bresson está nas livrarias em “O momento decisivo” – uma biografia precisa sobre sua obra e trajetória nesta vida. Está também em documentário apresentado na semana passada pelo Eurochannel e que vem sendo reprisado várias vezes ao longo da programação. E hoje está nas páginas de jornal… Em matéria do estadão sobre o livro de Pierre Assouline Cartier-Bresson – O Olhar do Século, que sai agora pela L&PM . Bresson, apenas para ser relembrado. Porque é sempre bom relembrar Bresson.
Aqui, a matéria que saiu sobre ele no Estadão.
Aqui, trechos do livro selecionados pelo pessoal da Escola Focus de Fotografia, de São Paulo.
E como não tenho a programação das reprises do documentário deixo apenas uma palhinha:
“Para mim, fotografia é mais a forma do que a luz. A forma predomina. A forma é como um perfume para mim”… diz Bresson em meio às entrevistas do documentário.

Em tempo: eu não sei se dá para crer, mas em dado momento ele conta um pouco da história da foto acima – uma de suas melhores e a que mais me impressiona pelo seu aspecto de sutil surrealismo. Segundo ele, a foto foi feita por uma fenda de uma cerca de madeira. E, pasmem, ele não viu o homem que pulava (!!!!!!!!!!). Apenas encaixou a máquina no buraco da madeira, após ter visualizado as formas existentes naquele terreno, esticou o braço e fez o clique. O que dizer disso???

Posted in Agenda | 2 Comments »

Mestres no Rio

Posted by polodefotografia em 15/02/2009

A semana está marcada por dois nomes masters da fotografia que terão seus trabalhos em exposição. O Instituto Moreira Salles inaugura na terça-feira, às 19 horas, a mostra com 65 fotos de Otto Stupakoff. A mostra vai ocupar a nova galeria do Instituto, localizado no piso térreo do anexo recém-construído, e vem celebrar a incorporação a obra do paulistano Stupakoff, de 73 anos, ao acervo local. Stupakoff conquistou fama internacional a partir de 1965, depois de se mudar para Nova York e realizar editoriais na Harper’s Bazaar, Vogue, Life e Cosmopolitan. Entre os registros que estarão expostos, retratos da atriz Grace Kelly e do ex-presidente Richard Nixon.
Já Rogério Reis, que há 20 anos fotografa o Carnaval carioca de maneira absolutamente única e peculiar, traz registros inéditos que dão continuidade ao trabalho já publicado com o título Na Lona. O livro é o resultado de uma série de fotografias feita por Rogério reis em meio aos blocos carnavalescos que desfilam pelo centro do Rio, bairros da zona sul e norte.

Em vez dos flagrantes, no entanto, Rogério Reis convida os foliões a posarem para suas lentes em

frente a uma lona estendida no meio da rua.

Ali, anônimos ditam o tom, com sua alma, as texturas, e as expressões que marcam os dias de folia carioca.
O local escolhido para a mostra prima pelo inusitado. A galeria de arte fica instada dentro da sala de espera de um consultório médico. A dermatologista Cláudia Spínola aboliu as revistas de fofocas da sala de espera do seu consultório e as substituiu por uma vasta oferta cultural. Além da mostra fotográfica, livros de artes, shows intimistas de bossa nova com a participação de artistas contratados nas escolas de músicas da cidade entre outras atrações. Fica na Visconde de Pirajá, n 303 e a mostra pode ser vista das 9 às 18 horas, de segunda a sexta até o dia 10 de junho.

Posted in Agenda | Leave a Comment »

Mais premiado

Posted by polodefotografia em 14/02/2009

O nome dele já está no post abaixo, mas acho que vale um pouco mais de destaque para um novo post. André Vieira ficou no terceiro lugar no prêmio World Press Photo 2009 na categoria Arts & Entertainment.

Mas vale destacar o trabalho que André vem fazendo. Uma simples olhada no site dele dá para sacar a qualidade do material deste carioca de 37 anos, que atualmente está trabalhando com imagens sobre a destruição da Amazônia. Um nome que promete no fotojornalismo.
Em tempo: recomendadíssimo o artigo que saiu no blog amigo (Arte Photographica) analisando as imagens premiadas… aqui

Posted in NEWS | Leave a Comment »