Polo de Fotografia

Americanos

Posted by polodefotografia em 06/09/2008

Há momentos decisivos, como diria Bresson.
Há fotógrafos definitivos para história da imagem contemporânea…
E há um livro que resume estas duas frases em 83 imagens. Decisivo. Definitivo.
Trata-se de The Americans, ou Americanos. Recebido com desconforto e hostilidade nos Estados Unidos na altura da primeira edição, ele já foi tratado como a súmula iconográfica da alma americana.
Traduziu como ninguém, e de dentro da sociedade americana, o american way of life.
De maneira brutal, diga-se de passagem. Seu autor, o suiço Robert Frank, cultuado ao longo de décadas, foi para a estrada arrancar esta história da formação da alma americana. e ganhou fama de “poeta trágico”.
Trouxe imagens em preto e branco que se traduzem em tristeza, desconforto, segregação e bandeiras, muitas bandeiras.
Um nacionalismo às avessas brota das páginas deste livro que acaba de receber mais uma reedição e merece sempre ser lembrado como grande obra.
De maneira mais do que apropriada, o beatnik Jack Kerouac escreveu o prefácio do livro. Em seu texto, frases célebres: “Depois de ver estas fotografias acabamos por já não saber se uma jukebox é mais triste que um caixão.”
As imagens foram capturadas entre 1955 e 1956 durante três viagens pelo interior dos Estados Unidos. Literalmente “on the road”, como no título do unânime e primordial livro de Kerouac, que traduziu a cultura beatnik, o livro agora ganha edição comemorativa do seu 50.º aniversário.
A carga dramática é sempre a mesma. Um soco no estômago para dizer apenas o comum. O trivial.
E se 83 imagens fizeram este “estrago”, fica aqui uma certa curiosidade (anti-editorialista) sobre o que mais continham as cerca de 28 mil fotografias que Frank tirou durante suas viagens.
Vale lembrar Kerouac, em “On the road”: “as únicas pessoas que me interessam são as loucas, as que são loucas por viver, loucas por falar, desejosas de tudo ao mesmo tempo, as que nunca bocejam ou dizem uma coisa do senso comum … mas queimam, queimam, queimam como rojões através da noite”.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: