Polo de Fotografia

A cor do humor

Posted by polodefotografia em 24/07/2008

Irônico, debochado, irreverente, sedutor e saturado.
Carcaterísticas atribuídas ao inglês Martin Parr não faltam.
Mas ele mesmo define-se com o adjetivo “Promíscuo”, lembrando sempre que é comprometido e político acimade tudo.
Nascido em 1952, fotógrafo da lendária Magnum desde 1994, hoje seu vice-presidente, Parr tornou-se ícone de uma nova geração de fotógrafos documentaristas na década de 80 ao abusar do bom-humor para reatratar o lazer da classe trabalhadora de New Brighton.
Apesar de ter fotografado muito em preto e branco antes dessa época, foi então que veio à tona sua faceta hoje mais conhecida, aquela que mostra muitos dos vícios e comportamentos das sociedades contemporâneas em cores fortes e flashadas acachapantes.
Desde então, o fotógrafo descarregou a artilharia pesada de seus cliques contra a cultura de consumo. “Quero que meu trabalho seja sério, mas também acessível. Que seja divertido e e inteligente ao mesmo tempo”, disse recentemente a um jornal espanhol, após ser homenageado no Photo Spaña.
Aqui no Pólo de Fotografia, sempre cultuado, Parr recebe também singela homenagem ao ter suas fotos exibidas em slideshow ao lado. Fotografias de moda, trabalhos jornalísticos, projetos culturais. essa diversidade, que ele define como promiscuidade, traz uma nova estética ao mundo documental.
Na homenagem à Parr, a direção do Photo Spaña justificou o prêmio: “O seu olhar excêntrico e satírico, os projectos cinematográficos e os livros que assinou convertem-no num dos fotógrafos mais conceituados da segunda metade do século XX”.
Outras publicações trataram do evento como a “inauguração da era Parr” na Magnum, que joga luzes sobre outros ângulos da sociedade contemporânea, que não a miséria e a guerra. “Parem de fotografar somente a pobreza”, disse Parr quando veio ao Brasil. Fica a homenagem.

“É como é o mundo: nem muito bom, nem muito mau, mas sim algo intermediário. Minha intenção é buscar esta ambiguidade entre o objetivo e o subjetivo, o bem e o mal, o ying e o yang”.

Martin Parr

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: