Polo de Fotografia

sobre livros…

Posted by polodefotografia em 27/06/2008

Depois de um tempo de férias e sem postar por aqui, peço permissão ao colunista de literatura deste blog, o Phillippe Machado, acho que há três novos exemplares nas prateleiras nacionais que merecem destaque. O primeiro deles, que conheci após ver a exposição das imagens em São Paulo, é “Viagem à Liberdade”, do fotógrafo Marcio Scavone.
Belos recortes, detalhes do cotidiano do bairro que convidam a dar um passeio por entre os imigrantes neste ano de comemorações do centenário da chegada dos japoneses ao Brasil.
Enfim, um legítimo retrato do espírito do Japão em terra estrangeira.

O segundo livro que me chamou a atenção foi do Marcos Piffer, sobre a cultura do café. A saga de “Coffea” traz belas imagens em preto e branco capturadas onde ainda pode ser encontrada a cafeicultura. O trabalho foi feito ao longo de cinco anos e chama a atenção pelo seu aspecto de devaneio. Os olhos do leitor são levados por aspectos dramáticos obtidos no contraste do claro e escuro a viajar por esta cultura ainda manual.

Já o terceiro livro, 8x Fotografia, que acabo de terminar, é uma daquelas raras e bem vindas publicações a respeito do tema.

Organizado por Lorenzo Mammì e Lilia Moritz Schwarz, o livro traz textos de professores, críticos, fotógrafos profissionais, ensaístas e até do poeta Antônio Cícero, organizados a partir de um seminário realizado em 2004 em São Paulo, no qual foram propostos aos convidados discorrer sobre uma fotografia de sua escolha.
Temos Cartier Bresson, Andre Kertész, Walker Evans, e até álbum de família.

No caso deste último, Eugênio Bucci comenta um instante no passado em que estão à espera de fisgar um peixe, ele próprio, o pai, o irmão e o primo, sentados em uma canoa. Bucci discorre sobre o significado para ele desta imagem que permanece como linha do tempo a uni-lo ao passado.

Me lembrei de Rosangela Rennó, dizendo que não tinha esta relaçã com as imagens do seu próprio passado. Acho difícil este distanciamento com as fotos que contam a nossa trajetória de vida.

E se uma coisa leva a outra, e já que estamos falando de livros, fiquemos com Susan Sontag, em “Sobre fotografia”: “Uma foto não é apenas uma imagem, uma interpretação do real; é também um vestígio, algo diretamente decalcado do real, como uma pegada ou uma máscara mortuária”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: