Polo de Fotografia

Archive for maio \27\UTC 2008

A violência mora ao lado

Posted by polodefotografia em 27/05/2008

A foto acima é de Renato Spencer, do Jornal do Comércio de Recife. Apostaria nela para prêmio por traduzir a banalização da violência em nossos dias. Não acredito que seja necessários comentários, mas me vem em mente uma divagação decorrente de um texto de Henri Bergson sobre o reconhecimento das imagens – a memória e o cérebro, que compartilho aqui:
“O corpo, colocado entre os objetos que agem sobre ele e os que ele influencia, não é mais que um condutor, encarregado de recolher os movimentos e de transmiti-los, quando não os retém, a certos mecanismos motores, mecanismos estes determinados, se a ação é reflexa, escolhidos, se a ação é voluntária. Tudo deve se passar portanto, como se uma memória independente juntasse imagens ao longo do tempo à medida que elas se produzem, e como se o nosso corpo, com aquilo que o cerca, não fosse mais que uma dessas imagens, a última que obtemos a todo momento, praticando um corte instantâneo no devir em geral. Nesse corte, nosso corpo ocupa o centro. As coisas que o cercam agem sobre ele e ele reage a elas. Suas reações são mais ou menos complexas, mais ou menos variadas, conforme o número e a natureza dos aparelhos que a experiência montou no interior de sua substância”.

Posted in NEWS | Leave a Comment »

À altura da Tate

Posted by polodefotografia em 25/05/2008

Os grafites granharam as paredes externas da Tate Modern em Londres. A galeria de arte ultra transada convidou sete grafiteiros internacionais – dois brasileiros para “decorar” os murais de seis metros de altura que revestem o caixotão que guarda em seu interior a contemporaneidade da arte mundial. Os centenários tijolinhos de barro, ganharam cores em uma exposição que tem que ser vista de longe…

O brasileiro Francisco da Silva, mais conhecido como Nunca, levou para a parede da Tate uma imagem colorida que, segundo ele, representa a violência dos grandes centros urbanos. A street art também tem a dupla “os gêmeos” -Gustavo e Otávio Pandolfo – também abusou do colorido.

A exposição fica até setembro, emoldurando os tão aguardados e celebrados raros dias ensolarados do verão londrino. Além dos brasileiros, tanbémestão nas paredes da Tate os trabalhos do italiano Blu, do novaiorquino Faile, do barcelonês Sixeart e do parisiense JR.

Posted in NEWS | Leave a Comment »

Posted by polodefotografia em 15/05/2008

Rola até o próximo dia 24 de maio em Sampa uma simpaticíssima exposição coletiva de fotografias feitas com câmeras Lomo. O projeto LetsLOMO foi organizado pelo coletivo RecifeMostraLOMO, e dar mais visibilidade a produção lomográfica brasileira.

Para quem ainda não conhece, a onda lomográfica surgiu nos anos 90 a partir de dois jovens vienenses, que estava em férias na República Tcheca. Eles descobriram a Lomo Kompact Automat (LC-A), uma câmera compacta desenvolvida pela fábrica russa LOMO. Suas fotos traziam cores saturadas, borrões, imagens desfocadas e luzes em movimento.
Virou febre e foi criada a Lomographic Society Internacional (LSI), empresa que hoje não só vende e fabrica a LCA, como também cria e comercializa novos modelos lomográficos.
A exposição está no Coletivo Galeria
Rua dos Pinheiros, 493 – Pinheiros- SP.

Posted in NEWS | Leave a Comment »

Posted by polodefotografia em 14/05/2008

Trinta e cinco anos depois do incêndio que destruiu seus negativos, o longa-metragem “O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro”, de Glauber Rocha, o nono de sua carreira, volta restaurado aos cinemas brasileiros. Em 30 de maio, é a vez de Rio, São Paulo e Brasília receberem as cópias restauradas com distribuição da Riofilme. Com “O Dragão…”, o cineasta recebeu, em 1969, o prêmio de Melhor Direção no XXI Festival de Cannes. A repercussão foi tanta que, na época, o filme ilustrou a primeira capa colorida da revista francesa “Cahiers du Cinema” tornando-se o maior sucesso de público de sua carreira.
Ao mesmo tempo em que o longa ganha à telona, a obra de Glauber chega às lojas através da caixa com os DVDs dos filmes restaurados na primeira etapa da Coleção Glauber Rocha. Cada caixa contém quatro discos duplos com os longas-metragens “Terra em Transe”, “O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro”, “A Idade da Terra” e “Barravento”, além de extras – quatro documentários narrados em primeira pessoa pelas “vozes de Glauber” que recriam o contexto em que cada filme foi concebido e exibido. Os documentários são dirigidos por Paloma Rocha e Joel Pizzini, que reciclam acervos brasileiros com o desejo de gerarem novas formas a partir de velhas imagens fadadas ao esquecimento.
Atual como nunca!

Posted in NEWS | Leave a Comment »

Dossiê fotografia

Posted by polodefotografia em 13/05/2008

“Em que consiste a lucidez na fotografia? Em ver o que se deve ver e não ver o que não se deve ver? Em ter os olhos sempre abertos e ver tudo? Em selecionar aquilo que se vê, em fazer falar aquilo que se vê? Em procurar, dentre um aluvião de imagens vazias, aquilo que o olho vislumbra como beleza? Em procurar em vão a beleza?”
É com esta série de questionamentos que a revista Inimigo Rumor inicia o seu dossiê sobre a fotografia. À venda pela Cosac &Naify o documento se desdobra em busca de razões, de sentidos em inquietantes histórias.
Vale conferir.

Posted in NEWS | Leave a Comment »