Polo de Fotografia

mais um adeus

Posted by polodefotografia em 30/03/2008

Há cerca de 15 dias, o cenário fotográfico mundial perdeu Phillips Jones Griffiths, o lendário fotógrafo que fez as imagens que mudaram a opinião dos Estados Unidos sobre a guerra do Vietnã. Neste domingo morreu o fotógrafo cambojano Dith Pran, cuja experiência de vida inspirou o filme “Os gritos do silêncio”. Seu parceiro no filme de 1984, o correspondente de guerra do “New York Times”, Sydney Schanberg, foi quem anunciou a notícia. A experiência de Dith Pran relatada no filme refere-se à época em que ele trabalhava para Schanberg como assistente e intérprete no Camboja em 1975, quando o país passou para as mãos dos Khmeres Vermelhos. Após cobrir a chegada ao poder deste regime marxista, as autoridades não o deixaram sair. Ele só conseguiu fugir de lá quatro anos depois, para a Tailândia, não sem anter ter sido torturado. O filme que levou três Oscar foi feito em cima de um livro em que os jornalistas contam sua história. Além dos relatos, Dith Pran, que estava com 65 anos, havia fundado uma organização para conscientizar o mundo sobre o regime dos Khmeres Vermelhos, e foi responsável pela morte de cerca de mil de pessoas entre 1975 e 1979.

A foto acima é retirada de cena do filme “Os Gritos do Silêncio”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: